segunda-feira, Novembro 12, 2012

BMW C600 Sport

 
Esta nova scooter da BMW  terá provavelmente já feito correr mais tinta do que todas as outras scooters juntas ao longo dos tempos.  As suas prestações dinâmicas deslumbrantes, a sua posição de condução elevada e as soluções tecnológicas de grande nível, são as características que melhor a definem.
O seu aspeto agressivo dá desde logo a entender que com ela ninguém brinca! Uma atitude quase arrogante, potenciada pelo som do escape opcional Akrapovic que a unidade testada tinha instalado, dá poucas hipóteses à concorrência no que diz respeito a prestações dinâmicas.

Concretamente, a disponibilidade do motor é grande, sendo a líder incontestada do segmento no capítulo das recuperações e velocidade de ponta. Mas não só. A sua ciclística é irrepreensível, sobressaíndo quando desfrutamos, em estrada, do potencial do motor, da excelente posição de condução e da qualidade das suspensões. A travagem é exemplar e o redutor ou limitador de binário utilizado, funciona como um controlo de tração e oferece uma grande segurança ao acelerar, tanto em condições de pouca aderência, como sob inclinação lateral. Na cidade o conjunto deslumbra quem gosta de andar depressa. Apesar de volumosa, a sua grande brecagem permite desenvolver no meio das filas de trânsito, e nos semáforos... Há que experimentá-la para para perceber. E até mesmo com passageiro, a adrenalina está garantida, assim a pendura aguente!
Se quiser saber mais, leia o artigo que assinei para a Revista Motociclismo, edição 257 de Setembro 2012. Um comparativo extremamente renhido, em que interviram outras duas fabulosas scooters: a conceituada Yamaha T-Max, renovada para 2012, e a inovadora Honda Integra, com as suas rodas grandes e a sua embraiagem dupla, com caixa de velocidades que pode ser automática ou manual através de um seletor sequencial.

Clique nas fotos para as ampliar






Sem comentários: