sábado, agosto 13, 2016

Teste Ducati Monster 821

domingo, julho 17, 2016

35ª concentração de Faro 2016 - Uma rapidinha...

A Yamaha XJR 1300 foi a minha escolha para ir à 35ª concentração de Faro em 2016.

 O facto de ser uma moto que sempre quiz ter e o destino sempre a ter negado, aliado ao facto de ir ser descontinuada do catálogo da marca devido à entrrada em vigor da directiva europeia Euro4 a partir de 1 de Janeiro de 2017, fez dela a opção do coração quando o importador nacional me disse que tinha uma unidade disponível.

 Claro que ainda estou a tirar mosquitos dos respiradores do meu querido capacete Schuberth C3 Pro, e que tive que passar Fairy no meu blusão de pele, nas luvas e nas alças da mochila. - As calças de ganga vão na segunda lavagem e as botas ainda nem comecei a tratar delas pois o cheiro a peixe dos mosquitos esborrachados já me enjoa.

 Mas a ida para o Algarve, com saída de casa a horas impróprias, e o regresso ao princípio da noite, valeram bem a pena.

Claro que o convívio em Faro também foi importante. E se ser júri do Bike Show é sempre um motivo de orgulho, também é frustrante o facto de não conseguir encontrar muitas das pessoas que
estavam no recinto e com quem gostaria de ter partilhado uma cerveja. Mas não se poder ter tudo...

 Aqui fica um pequeno registo da viagem.



O pássaro madrugador...



Isto é só porque não acredito no Messias. Nem na Mimosa!





Um dos melhores troços da mítica N2, que este ano se veio a revelar uma autêntica fornalha!



O Caldeirão estava literalmente a ferver e não corria qualquer aragem!



Ainda não tinha este, na minha colecção de fotos dos marcos da N2



A Ginjinha, onde os Ingleses que ainda conseguem ver alguma coisa, lavam a vista com as meninas do balcão.



O sempre imponente palco



Os resultados do Bike Show! O Mortágua Fighter está de parabéns! 
A sua Streetfighter foi a eleita.